notícias

Ouro Fino-MG terá Mostra de Teatro


 
Escolas públicas de Ouro Fino-MG participarão de Mostra de Teatro 
Com o tema 'Vamos brincar de ser futuro?, o evento contará com a participação dos alunos das redes municipal e estadual de ensino, no dia 15 de dezembro, no Teatro Municipal da cidade. 

Cinco turmas, cada uma formada por cerca de 20 alunos de 4º e 5º anos das escolas estaduais e municipais de tempo integral de Ouro Fino- MG, participarão da 'Mostra de Teatro Escolar Vamos brincar de ser futuro? conduzida pelo Grupontapé de Teatro e patrocinada pela multinacional do ramo automobilístico TS Tech, com o apoio da Prefeitura de Ouro Fino, por meio da Secretaria Municipal de Educação, no dia 15 de dezembro, a partir das 16 horas, no Teatro Municipal da cidade.  A entrada é gratuita.

Trata-se do Projeto 'Arte na vida da Associação do Grupontapé de Teatro patrocinado pela TSTech e TSTrim, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura - Lei Rouanet que, no ano passado, já produziu um lançamento da Mostra com apresentação do espetáculo Balaio Popular do Grupontapé, aberto ao público, na praça do Berrante, e a oficina 'O Teatro na sala de aula para mais de 100 professores da rede pública de ensino. 

Neste ano, o Grupo também apresentou o espetáculo 'Balaio Popular para mais de 200 alunos da rede pública e promoveu a capacitação de professores para que conduzissem um processo de montagem teatral com os estudantes. Esse processo recebeu ainda uma assessoria do Grupontapé, orientada pela atriz e diretora Cris Lozano, num total de mais de 50 horas de atividades. Tudo isso foi motivado pelo tema 'Vamos brincar de ser futuro?.   

Mostra faz parte do projeto 'Arte na Vida

No dia 15 de dezembro, alunos e professores terão a oportunidade de apresentarem para o público o que aprenderam em sala de aula. 'As oficinas e a Mostra fazem parte do projeto intitulado 'Arte na vida%u2019, que tem como objetivo beneficiar os alunos das escolas públicas além de capacitar os professores da rede pública com cursos de qualificação em arte educação, informa o produtor cultural do Grupontapé de Teatro, Rubem dos Reis.

'Cada turma, que vai se apresentar, está sendo orientada por, em média, três professores.  Esses docentes participaram da oficina 'O teatro na sala de aula%u2019 com a nossa equipe. Como resultado eles se propuseram a dirigir uma cena sobre o tema. O Grupontapé entrou com uma assessoria para ajudá-los na direção. Durante esse processo, nós estivemos algumas vezes assistindo aos ensaios e ajudando os professores- diretores na concepção das cenas, explica a diretora do Grupontapé de Teatro e uma das instrutoras das oficinas, Katia Lou.

Nessa etapa do projeto foram envolvidos 95 alunos e 16 professores.  

Sobre o tema

A temática do evento será 'Vamos brincar de ser futuro?. Todas as peças vão abordar o mesmo assunto. 'Será o olhar dos alunos sobre o tema. Os pequenos artistas vão expressar, por meio do teatro, os anseios, pensamentos, desejos e temores, a partir dos olhares sonhadores de criança, complementa Katia Lou. 

Segundo Rubem dos Reis, todas as atividades estarão alinhadas com a missão do Grupontapé que é o 'desenvolvimento humano por meio do teatro e com o compromisso da TS Tech de contribuir para uma melhor qualidade de vida e com o desenvolvimento das pessoas das duas cidades onde está sediada.

Parceria

O gerente de recursos humanos, responsável pelas relações institucionais da TS Tech, Humberto Rocha, explica que a empresa buscou no mercado um parceiro com experiência em levar a arte para as escolas, como ferramenta para colaborar com a educação das crianças, lançando mão de recursos provindos de incentivos fiscais e projetos culturais e esportivos. 'Nós não tínhamos um projeto pronto, era necessário ser desenvolvido e aplicado. Nesse aspecto, identificamos o Grupontapé de Teatro, que tem a expertise para colocar tudo isso em prática, conta.

Humberto Rocha salienta a expectativa em relação ao projeto 'Arte na vida. 'Queremos colaborar para a formação das crianças, desenvolvendo-as para o futuro, dando oportunidade a elas de vivenciarem experiências inspiradoras, afirma Rocha.

Escolas participantes:

Escola Estadual Professor Juvenal Brandão.
CENA: 'Brincando no futuro.
Sinopse: A cena mostra a importância de resgatar o passado, a fim de salvar as futuras gerações. No primeiro momento, os personagens viajarão ao passado na figura de um menino que brinca e se diverte, todavia fica imaginando como ele iria brincar no futuro, mas com uma linda boneca que tem a mesma curiosidade em conhecer o futuro. Essa interação transporta o menino em um sonho para o futuro. Os dois acordam admirados com as novas tecnologias. O menino frustrado com tanta individualidade procura ensinar os robôs e as crianças o verdadeiro sentido da brincadeira, a essência do brincar e ser feliz.

Escola Estadual Coronel Paiva 
Sinopse: A cena conta a histórias de estudantes, que buscam ser felizes, porém são atormentados pela pressão do futuro: o que ser quando crescer? A pequena história mostra o drama que esses estudantes passam: um com uma família que o apoia e o leva a conquistar seus objetivos e o outro que mostra uma das tristes realidades em que a família não olha para a criança como um ser de luz e esperança. Em meio à tecnologia desenfreada, a situação cotidiana mostra os pais desinteressados, que levam uma criança a sofrer no dia a dia escolar, encontrando na amizade uma forma de enxergar seu próprio futuro e assim sonhar o hoje e o amanhã.

Escola Estadual Professor Guerino Casasanta 
Cena: 'O amanhã é agora - Os alunos de hoje crescem sonhando
Sinopse: Em uma sala de aula professora estimula e inspira seus alunos e alunas a sonharem e acreditarem em seus sonhos, tornando-os realidade.

Escola Estadual Professora Delorme de Avellar Muniz 
Cena: Vamos brincar de ser futuro?
Sinopse: Um grupo de amigos sai da escola com a missão de fazer um trabalho escolar. Eles conversam sobre esse trabalho com a incerteza de concretizá-lo, pois as dificuldades de alguns pais em ajudar seus filhos não permitem a realização desse trabalho. Felipe é o mais animado, pois seus pais são presentes em sua vida escolar, amorosos e comprometidos; já Pedro tentará fazer o trabalho, porém seus pais não ligam para ele, não lhe dão devida atenção e ainda o desprezam. Pedro, então, sonha com uma família amorosa e prestativa, porém volta à realidade com a brutalidade de sua mãe. Felipe é um amigo muito especial e se dispõe a ajudar o seu amigo. Ele leva Pedro para sua casa, onde é recebido com amor e carinho pelos pais do Felipe, eles ajudam com todo amor. Pedro fica feliz e muito satisfeito, assim ele conclui seu trabalho.

Projeto Tempo Integral AABB Comunidade Centro de Educação Municipal Escolar de Ouro Fino
Sinopse: Uma garota chamada Pedra tem um grande sonho: ser uma palhacinha de circo, no futuro, para levar alegria a toda gente. Porém, terá que convencer a sua família a acreditar nesse futuro.

Serviço
O quê:  Mostra de Teatro Escolar: Vamos brincar de Ser futuro? 
Quando: 15 de dezembro de 2018.
Local: Teatro Municipal de Ouro Fino MG
Rua Geraldo Pinto Ribeiro, 43 Centro ponto de referência Montanhes Clube
Horário: 16h 
Entrada franca 

agenda de eventos

02.11.18 Vozes Cantam a Paz em Uberlândia

O evento vai reunir mais de 2 mil vozes em um grande coral que entoará três canções que falam da paz... LEIA +


09.11.18 Final do Campeonato de Arrancada Arena Race

O evento será realizado nos dias 09, 10 e 11 de novembro, no Arena Race Multieventos, em Uberlândia.... LEIA +


twitter

Newsletter

Receba nosso informativo em seu e-mail.

clientes

Se soubéssemos que o serviço da MF Comunicação era tão perfeito, teríamos fechado essa parceria há mais tempo. Parabéns pelos serviços prestados a nossa empresa.

Charles Drake Guimarães Gonçalve

A i9 Uberlândia passou a ter muito mais visibilidade como uma entidade, após os trabalhos realizados pela MF Comunicação. Sempre prestativa e muito integrada com toda a diretoria da entidade, a MF tem cumprido com muita seriedade o trabalho de assessoria da i9 reforçando nosso nome e posicionamento como representantes das ações de inovação e tecnologia da nossa cidade e região.

Robson Xavier